fbpx

Entre com sua busca

31° Simpósio CEFAS

6 DE NOVEMBRO DE 2021

Sábado, das 9h às 18h00

 EVENTO ON-LINE  

“Conhece a ti mesmo”.

Oráculo de Delphos

Contexto

O mito, sonho da humanidade

O 31º. Simpósio do CEFAS aborda narrativas da mitologia grega situando-as em sua simbologia e pertinência na vida contemporânea. Tem por objetivo mostrar que, com sensibilidade e intuição, podemos abrir novas possibilidades para nossas vidas, e que as mensagens expressas no fascinante mundo mitológico podem ser assimiladas para o nosso autoconhecimento e fornecer respostas para as grandes indagações da existência. Os mitos falam do destino humano sob seu aspecto essencial, destino resultante do funcionamento sadio ou doentio do psiquismo.
Nesse contexto, a mitologia grega tem o seu lugar de honra no panteão psicanalítico. A abundância de menções de Freud aos diversos mitos (Édipo, Narciso, Eros, Psikè…) é presente em toda a sua obra, e constituem-se em fundamentos que balizam a sua noção do inconsciente e toda a concepção da sua teoria psicanalítica. Para Freud, “o real pode ser mitologizado tanto quanto o mítico pode engendrar fortes efeitos de realidade”.

O mito é uma narrativa construída para explicar dadas realidades – ao mesmo tempo em que as cria. O mito narra a origem do mundo, do homem, do fogo, da guerra, das coisas como elas foram e são. Embora situado em um tempo irrecuperável, o mito conecta o sujeito contemporâneo a este tempo fabuloso que, atualizado, dá sentido à sua trajetória e se faz presente em histórias vivas, verdadeiras e em movimento.
Enfim, é a narrativa de coisas acontecidas num tempo primordial, que tratam de como o ser humano se tornou o que ele é hoje e o que determinou sua organização, sua cultura, suas regras e sua ética. Realidade viva à qual podemos recorrer quando a razão ou a racionalidade não dá conta de explicar o que precisamos ou queremos compreender em nossa vida, em nossa cultura e em nossa contemporaneidade.
Desde os primórdios da Psicanálise – com a obra fundante do método psicanalítico “A interpretação dos sonhos”, o mito figura como fonte de inspiração e reflexão para Freud pavimentar seu pensamento acerca do funcionamento psíquico. O sonho abarca a projeção de desejos inconscientes de um sonhador particular, tal como o mito expressa o sonho e o desejo da humanidade.

31° SIMPÓSIO INTERNACIONAL CEFAS

MITO, CULTURA E PSICANÁLISE:
A descoberta da alma na Grécia Antiga e depois de Freud

INSCRIÇÕES ON-LINE

OBJETIVOS DO SIMPÓSIO

- Investigar a profunda complexidade simbólica da mitologia grega, e em que dimensão a dinâmica dos seus muitos mitos pode contribuir à reflexão de angústias tão comuns à racionalidade contemporânea.

- Refletir como as mensagens expressas no mundo mitológico podem contribuir ao autoconhecimento e fornecer respostas para as grandes indagações da existência.

- Mostrar de que forma o mito atua no subconsciente, e como isso pode contribuir com o fazer psicanalítico.

- Trazer, ainda, uma série de elementos que auxiliem o estudioso do psiquismo a navegar psicanaliticamente pelo universo mítico.

PÚBLICO-ALVO

O evento é dirigido a estudantes e profissionais atuantes em Psicanálise, Psicologia, Psicoterapias, Psiquiatria e outras áreas afins ao trabalho com saúde mental. Também é dirigido a estudantes e profissionais de Letras, Literatura, Arte, Cultura e a todas as pessoas sensíveis.

EVENTO ON-LINE

Transmissão ao vivo na sua tela, através de plataforma interativa.
Você presente, onde quer que esteja

CERTIFICADO DE PARTICIPAÇÃO

Emissão de certificado aos participantes do evento

PROGRAMAÇÃO

|9h00-9h10| ABERTURA

Mediação por VAGNER COUTO, coordenador executivo do Simpósio.


|9h10-11H00| O MITO NA FORMAÇÃO DO PENSAMENTO SIMBÓLICO

A Ética segundo Aristóteles. Aletheia: a busca da Verdade. O sentido oculto do mito & o funcionamento sensato e insensato do psiquismo

por DIMITRIOS G. BOZINIS (Grécia/Brasil) – Nascido em 1940 na cidade bíblica de Beréia. Estudioso assíduo da cultura clássica grega, tem realizado palestras no CEFAS e participado de debates em várias instituições sobre este tema. Estudou Física – com mestrado na Universidade Complutense de Madrid-Espanha e doutorado pela “University of Southern Califórnia” – USC, em Los Angeles. Trabalhou no centro de pesquisa da NASA Jet Propulsion Laboratory – JPL em Pasadena, Califórnia. É professor aposentado pela UNICAMP. Tem pesquisas e trabalhos na área de raio laser com ênfase em diversas especialidades médicas. Palestrante em congressos internacionais e nacionais relacionados com este tema.

e ANTONIOS TERZIS (Grécia/Brasil) – Diretor acadêmico do CEFAS. Psicanalista de grupo e individual, formou-se em psicologia pelo Centro de Psicologia Athenas (Grécia). É doutor pela USP, mestre e especialista pela Universidade Paris VII (FRA) e autor e organizador do livro “Psicanálise, Grupalidade e Cultura”. Professor convidado da FAMEMA e UFSCar, foi presidente da FLAPAG e docente da pós-graduação na PUC-Campinas.

 


|11h00-11h15| INTERVALO


|11h15-13h00| A FUNÇÃO DO MITO NA PSICANÁLISE CLÍNICA

Uma reflexão sobre a psicologia profunda dos mitos e sua força atuante do psiquismo humano.

por ANTONIO MUNIZ DE REZENDE (Campinas/SP) – Psicanalista, membro efetivo da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo (SBPSP), doutor em Filosofia pela Universidade Católica de Louvain, na Bélgica, doutor em Teologia pela Pontifícia Universidade São Tomás de Aquino, em Roma, professor titular aposentado da Unicamp, profundo estudioso de Bíon e autor dos livros “Bion e o futuro da Psicanálise”, “A questão da verdade na investigação psicanalítica” e “A identidade do psicanalista”, entre outros.


|13h00-14h00|  ALMOÇO  


|14h00-15h35| A PSICANÁLISE COMO FIO CONDUTOR NO LABIRINTO DO INCONSCIENTE

Teseu, Ariadne, o labirinto… – Analista e paciente entram no labirinto do inconsciente e enfrentam monstros internos em busca do fio da vida…

por CLÁUDIA CRISTINA ANTONELLI (Campinas/SP) – Psicanalista pela IPA, formada pela SBPCamp, onde coordena as atividades de Literatura e Psicanálise + as de Cinema e Psicanálise. É autora de “O Estrangeiro: Eu e você – Um olhar psicanalítico contemporâneo” (NEA Edições, 2015). Mestre em Psicologia clínica: “Formações da cultura”, pela PUC-SP, faz doutorado em Ciências Médicas pela Unicamp com a tese “Qual o lugar e função do psicofármaco na clínica de hoje?”. Especialista em Saúde Mental e Psicopatologia da Saúde pelo CEFAS, também escreve no Caderno C do Correio Popular, de Campinas, sobre aspectos diversos da cultura.


|15h35-15h50| intervalo


|15h50-17h50| SUPERVISÃO CLÍNICA – NARCISO NO DIVÃ: O OUTRO LADO DO ESPELHO

Uma vivência de análise e supervisão tendo o mito de Narciso como caso clínico: o inconsciente de Narciso, a teoria dos vínculos, constituição e sobrevivência do sujeito, o eu como objeto, identificação projetiva…

coordenação por MÁRCIO GARRIT (Rio de Janeiro/RJ) – Psicanalista. Mestre em Psicanálise, Saúde e Sociedade pela UVA/RJ e doutorando em Psicologia Clínica pela PUC/RJ. Bacharel em Filosofia pela UNISUL/RJ e Professor e Supervisor do CEFAS. Membro da SPID – Sociedade Psicanalítica Iraci Doyle/RJ. Pesquisador da cultura contemporânea e psicanálise. Ultimas publicações: “O mal-estar, as pequenas diferenças e a agressividade” e “Freud e o perigo na formação das massas”.

 

+ DEBADETORES: alunas e alunos dos cursos de Formação e de Especialização em Psicanálise do CEFAS.
ANA PAULA DIOGO GARRIDO, ODAIR BATISTA SILVA, JORGE LUIZ DE OLIVEIRA, MÁRCIA UEHARA E RAÍSSA KOSHIYAMA


|17h50-18h00| ENCERRAMENTO


SECRETARIA DO SIMPÓSIO

Telefone: (19) 3252 7521
Whats App: (19) 99165 3538
Email: [email protected]

REALIZAÇÃO

CEFAS – Centro de Formação e Assistência à Saúde

COORDENADOR EXECUTIVO
Vagner Couto – Formando em Psicanálise pelo CEFAS. Já coordenou a realização de mais de 50 simpósios e outros eventos psicanalíticos e de saúde mental junto a instituições como Associação Brasileira de Psicoterapia de Grupo, Núcleo de Estudos Psicológicos da Unicamp, Sociedade Psicanalítica de Campinas, Sociedade de Psicoterapia Analítica de Grupo de Campinas, Sociedade de Psicologia de Campinas, Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas – Departamento de Psiquiatria e CEFAS. É escritor, jornalista e produtor cultural. Tel. 19 99760 0201 – [email protected]

COORDENAÇÃO GERAL
Prof. Dr. Antonios Terzis – Diretor acadêmico do CEFAS. Psicanalista de grupo e individual, doutor pela USP, mestre e especialista pela Universidade Paris VII (França), psicólogo pelo Centro de Psicologia Athenas (Grécia), ex-docente da pós-graduação na PUC-Campinas, autor e orientador de diversas dissertações e teses de doutorado, professor convidado da Famema e UFSCar, ex-presidente da Flapag, bolsista pelo Itamaraty-CNPq e Especialista em Psicologia Clínica e Pesquisa Científica pela UnB.